Horário: De terça a domingo. Das 10h00 às 18h00.

Rua do Mosteiro, 59

4700 - 565 Mire de Tibães, Braga

O que visitar

O que visitar

O que visitar

Pode visitar o conjunto monástico formado pelo cruzeiro, pelo edifício e pela cerca.

Quando decidir visitar o Mosteiro de São Martinho de Tibães, venha com tempo… muito tempo, pois há mais de 40 hectares para descobrir!

Mosteiro de Tibães, Braga

Cruzeiro

Assim que chegar ao enorme terreiro existente em frente ao mosteiro irá encontrar um imponente cruzeiro, construído no início do século XIX e classificado como monumento nacional em 1910.

Este é o primeiro ponto de paragem da sua visita.

Siga em direção ao edifício.

Mosteiro de Tibães, Braga

Edifício

Entrando pela Porta dos Carros siga em direção à bilheteira e loja do Mosteiro de São Martinho de Tibães.

Os nossos técnicos procurarão responder a todas as suas questões e irão aconselhá-lo sobre o melhor percurso a seguir, atendendo ao tempo que tem disponível e às condições atmosféricas do dia.

A visita ao edifício contempla a passagem pelo claustro do cemitério, igreja, sacristia, coro alto, aposentos do D. Abade, galeria dos ex-abades, hospedaria, barbearia, botica, secretas, biblioteca, sala do capítulo e pátio do galo.

A partir deste local poderá iniciar a visita à cerca conventual, visitar a cozinha e o claustro do refeitório.

Mosteiro de Tibães, Braga

Cerca

Existem dois percursos que sugerimos para efetuar a visita à cerca: o percurso verde e o vermelho.

O percurso com as setas verdes tem a duração aproximada de 30 a 45 minutos e passa pela fonte de S. Bento, escadório, capela de S. Bento, lago, casa do volfrâmio, mata, campos e jardins.

O percurso com as setas vermelhas é mais longo. Vai precisar de aproximadamente 1h30 para o realizar na totalidade.

Passa por todas as construções arquitetónicas existentes na cerca e prolonga-se ainda mais pelos caminhos da mata.

Opções de visita

As opções de visita que a seguir lhe apresentamos destinam-se aos visitantes individuais e aos pequenos grupos familiares.

Se desejar visitar-nos inserido num grande grupo deverá contactar-nos previamente para verificarmos a disponibilidade de agenda e encontrarmos o tipo de visita que melhor se adequa às características e especificidades dos participantes.

Visita livre

O visitante que opta pela visita livre poderá seguir os percursos que lhe foram sugeridos na bilheteira ou optar por realizar a visita de acordo com o seu interesse e com a sua disponibilidade de tempo.

Visita com audioguia

Quem decide realizar a visita livre é também informado, no momento em que adquire o ingresso, da possibilidade de requisitar um audioguia para o ajudar a realizar o percurso e a fornecer-lhe informação mais detalhada sobre cada espaço.

A requisição do aparelho não tem custos associados, mas o visitante terá que deixar uma caução, a qual será restituída no final da visita, assim que o aparelho for entregue na bilheteira/loja em perfeitas condições de funcionamento.

COVID-19 > INFORMAÇÃO A TER EM CONTA: Devido ao surgimento do novo coronavírus e às normas de higiene e segurança atualmente em vigor – emitidas pelo Governo de Portugal, Direção-Geral da Saúde, Ministério da Cultura e Direção Regional de Cultura do Norte -, os audioguias foram temporariamente retirados de circulação.

Visita guiada

 

Informamos que, por determinação superior, as visitas guiadas diárias das 11h00 e das 15h00 não serão realizadas entre 01 de julho e 12 de setembro de 2021.
Agradecemos desde já a sua compreensão.

Outra possibilidade de visitar o mosteiro é através de uma visita guiada realizada por um dos nossos técnicos. As visitas partem às 11h00 e às 15h00. Têm a duração aproximada de 1h45, sendo o percurso realizado apenas no interior do edifício, com um número máximo de 30 pessoas por grupo.

COVID-19 > INFORMAÇÃO A TER EM CONTA: Devido ao surgimento do novo coronavírus e às normas de higiene e segurança atualmente em vigor – emitidas pelo Governo de Portugal, Direção-Geral da Saúde, Ministério da Cultura e Direção Regional de Cultura do Norte -, as visitas guiadas poderão realizar-se na mesma às 11h00 e às 15h00, para grupos que tenham até 10 pessoas, no máximo. O percurso de visita continua a ser feito apenas no interior do edifício, efetuando-se paragens num número mais reduzido de locais, onde existem espaços mais amplos e arejados. O tempo de visita também foi substancialmente reduzido, sendo agora de 30 a 45 minutos, aproximadamente. Os participantes terão que desinfetar as mãos à entrada do mosteiro, usar máscara durante todo o percurso, manter o distanciamento físico e respeitar as regras de etiqueta respiratória. Esta situação será revista regularmente. Agradecemos desde já a sua compreensão e colaboração.

(Se pretender usufruir deste tipo de visita aconselhamos a que nos contacte previamente, pois este serviço pode não estar disponível em determinados momentos do ano)

A ter em conta

É nossa função cuidar do património para deixar às gerações futuras um legado ainda melhor do que aquele que encontrámos. Para isso precisamos da sua colaboração! Cumprindo as normas está a ajudar-nos a preservar um património que é de todos.

É proibido:

– Comer ou beber dentro do edifício;

– Cortar ou arrancar plantas, flores ou frutos;

– Fazer piqueniques na cerca;

– Fumar dentro do edifício e na cerca;

– Realizar sessões fotográficas (com outros fins para além do pessoal), em qualquer espaço do percurso museológico, sem a devida autorização;

– Subir às fontes, chafarizes e muros;

– Tirar fotos com tripé, em qualquer espaço do percurso museológico, sem a devida autorização;

– Tocar nos objetos expostos e em qualquer peça de arte que faça parte do percurso museológico;

– Trazer qualquer espécie de animal de estimação, exceto cães-guia devidamente identificados;

– Utilizar flash dentro dos espaços internos do edifício.

 

Informamos ainda:

– Alguns espaços estão sob videovigilância, de acordo com o artigo 31º da Lei n.º 34/2013, de 16 de maio e artigo 115º da Portaria n.º 273/2013, de 20 de agosto;

– Deverá manter o seu bilhete até ao final da visita;

– Deverá trazer calçado adequado a caminhadas para realizar a visita à cerca;

– Evite fazer lixo, mas se o fizer, deverá conservá-lo consigo até ao final da sua visita para depois depositá-lo nos recipientes próprios existentes no terreiro do mosteiro;

– Não é o único a visitar o monumento, por isso evite comportamentos que possam incomodar outros visitantes ou por em risco a integridade física de pessoas e bens.